iwtraining

Como funciona a Web, Sites e Servidores Começando

Como funciona a Web, Sites e Servidores

Como funciona um servidor web

Servidores web são computadores conectados à internet o tempo todo que tem por função guardar as páginas do seu site e deixá-las sempre acessíveis a qualquer usuário que esteja navegando.

Como funciona um browser (navegador)

Os navegadores são programas que seguem (ou pelo menos deveriam seguir) padrões, de forma a exibir corretamente as páginas que estão localizadas em um servidor. Quanto você digita um endereço num browser, como por exemplo http://www.iwtraining.com.br, o browser envia uma requisição ao servidor onde esta página está hospedada e o servidor responde, enviando ela de volta. O navegador, por sua vez, exibe a página, interpretando o código HTML que nela está.
Exemplos de navegadores (browsers):

  • Internet Explerer – http://windows.microsoft.com/pt-br/internet-explorer/download-ie
  • Mozilla Firefox – http://www.mozilla.org/pt-BR/firefox/new/
  • Opera – http://www.opera.com/pt-br
  • Google Chrome – https://www.google.com/intl/pt-BR/chrome/browser/
  • Arquitetura das páginas web

A exibição de páginas estáticas na web inclui dois componentes: o navegador e o servidor web.

O processo acontece conforme mostrado abaixo:

  1. O usuário solicita a página digitando a URL em um navegador.
  2. O navegador solicita a página ao servidor Web usando o HTTP (Hypertext Transfer Protocol).
  3. O servidor Web envia a página ao navegador no formato HTML.
  4. O navegador interpreta o HTML e exibe a página para o usuário. Ele também interpreta algumas linguagens de script, como JavaScript.

Além do HTML e do CSS

Para “conversar” com o navegador, você precisa de uma linguagem de script: o JavaScript. Com ele você poderá, em tempo real, realizar operações em sua página como, por exemplo, atualizar um dado ou até mesmo alterar completamente o modo como as coisas estão exibidas. Todo navegador vem com um interpretador de JavaScript.

Sites dinâmicos x sites estáticos

Grande parte dos websites institucionais que conhecemos, ainda faz pouco uso de dados dinâmicos, isto é, as informações publicadas são colocadas diretamente no código HTML ou através de arquivos SWF estáticos.

É notório o avanço da Internet, incentivando empresas a oferecer mais conteúdo em seus projetos na Internet. Tornando possíveis pesquisas de produtos, apresentar serviços, notícias em tempo real, etc. Tanta informação, passa a ser difícil gerenciar apenas como texto estático.

Deste modo, as informações publicadas na Internet, passaram a ser armazenada em banco de dados e gerenciada por aplicações que você aprenderá a criar neste curso.

Resumindo, a origem do conteúdo enviado pelo servidor web em uma resposta a um pedido HTTP pode ser:

  • Estática – se vier diretamente de um arquivo já existente no servidor.
  • Dinâmica – se for criada dinamicamente por outro programa, script ou API chamado pelo servidor. No caso de uma página dinâmica, o pedido, depois de recebido, é processado pelo servidor web que vai criar dinamicamente o conteúdo que depois será enviado para o cliente. Tem a vantagem de poderem ser programadas, ou seja usando alguma linguagem de programação (que dependendo do servidor web pode ser php, Java, Perl, Visual Basic .NET, C#, …) podemos criar programas que correm no servidor web, eventualmente acessando a bases de dados e cujo resultado é enviado para o browser.

Modelo para um site dinâmico

modelo-site-estatico

Modelo para um site estático

modelo-site-dinamico

Mais sobre Servidores Web

Um programa de computador é responsável por aceitar pedidos HTTP de clientes, geralmente os navegadores, e servi-los como respostas HTTP, incluindo opcionalmente dados, que geralmente são páginas web, tais como documentos HTML com objetos embutidos(imagens, etc.)

As páginas de internet podem ter várias extensões em seus arquivos e cada servidor interpreta um grupo de extensões. Existem algumas que são comum a todos, por exemplo o HTML.

Para termos idéia do que cada extensão representa segue uma breve lista de extensões e tipos de arquivos e informações que esses arquivos carregam:

  • asp – Active Server Pages. Formato de páginas web, capazes de gerar conteúdo de forma dinâmica.
  • .do – arquivo do servidor coldfusion, um tipo de HTML especial com funções para serem interpretadas por esse tipo de servidor.
  • .html – Hiper Text Markup Language. Formato no qual se programam as páginas web. é capaz de dar formato a texto, acrescentar vínculo a outras páginas, chamar imagens, sons e outros complementos. Editável com um editor de textos ou software específico.
  • .js – arquivo que contem programação javascript, utilizado em geral pelos navegadores e editável com qualquer editor de texto.
  • .jsp – arquivo de servidor java-web, um tipo de HTML especial com funções para serem interpretadas por esse tipo de servidor
  • .php – arquivos de páginas web dinâmicas. É, por sua vez, uma linguagem de programação que permite transladar para web conteúdos armazenados em bases de dados.
  • .cfm – arquivo do servidor coldfusion.
  • apsx – – arquivo do servidor da Microsoft .Net.

Está com duvidas?

Aluno iwtraining tem acesso a um fórum exclusivo para discutir com os instrutores e outros alunos. Acesse agora mesmo!

Share this article

Em seus 12 anos de experiência, tanto em design como em desenvolvimento, trabalhou em diversos projetos, muitos de grande porte, para clientes como Banco do Nordeste, Sebrae, Anna Pegova, Grupo Deib Otoch, dentre outros. Como designer, trabalha com o Adobe Photoshop desde a versão 3.0, além do Illustrator, sendo certificado pela Adobe (ACE e ACI) nestes softwares. Como desenvolvedor, foca seus esforços atualmente no ActionScript 3.0 (Plataforma Flash) e Objective-C (iOS). Ministra, desde 2005, treinamentos na @iwtraining para estudantes e profissionais, além de grandes empresas como Cagece, TRE, TRT, Esmaltec, Grupo Edson Queiroz, Sebrae, Senac, Correios.

Deixe um comentário