iwtraining

Entendendo os modelos RGB e CMYK Artigos

Entendendo os modelos RGB e CMYK

As cores em um monitor são exibidas utilizando combinações das luzes vermelha, verde e azul (chamadas cores RGB – red, green e blue), enquanto as cores impressas são, em geral, criadas utilizando uma combinação de quatro cores de tinta – ciano, magenta, amarelo e preto (chamadas de CMYK – cyan, magenta, yellow e black). Essas quatros tintas são chamadas cores de processos porque são as tintas padrão utilizadas nos processos de impressão quatro cores.

Como os modelos de cores RGB e CMYK utilizam métodos diferentes para exibir cores, eles reproduzem um gamut ou intervalo diferente de cores. Por exemplo, como o RGB utiliza luz para produzir cor, seu gamut inclui cores néon, como aquelas em um sinal luminoso. De modo diferente, as tintas de impressão destacam-se na reprodução de certas cores que podem residir fora do gamut RGB, como algumas cores pasteis e o preto puro.

Mas nem todos os gamuts RGB e CMYK são semelhantes. Todo modelo de monitor e impressora é diferente e, portanto, cada um deles exibe um gamut ligeiramente diferente. Por exemplo, uma marca de monitor pode produzir azuis ligeiramente mais brilhantes do que os produzidos por outra marca. O espaço de cores para um dispositivo é definido pelo gamut que ele pode reproduzir.

Modelo RGB

Uma grande porcentagem de espectro visível pode ser representada misturando luz colorida vermelha, verde e azul (RGB) em várias proporçoes e intensidades. Onde as cores se sobrepõe, elas criam ciano, magenta, amarelo e branco.
Como as cores RGB se combinam para criar o branco, elas também são chamadas cores aditivas. Adicionar todas as cores cria o branco – isto é, toda luz é transmitida de volta para os olhos. As cores aditivas são utilizadas para iluminação, vídeo e monitores. O monitor, por exemplo, cria cores emitindo luz por fósforos azuis, verdes e vermelhos.

Modelo CMYK

O modelo CMYK é baseado na qualidade de absorção de luz da tinta impressa no papel. Como a luz branca atinge tintas translúcidas, parte do espectro é absorvida quanto outras partes são refletidas de volta para os olhos.

Na teoria, os pigmentos puros de ciano (C), magenta (M) e amarelo (Y) devem se combinar para absorver toda cor e produzir o preto. Por essa razão, essas cores são chamadas subtrativas. Como todas as tintas de impressão contêm algumas impurezas, essas três tintas realmente produzem marrom turvo e devem ser combinadas com a tinta preta (K) para produzir um preto verdadeiro. (K é utilizado em vez de B para evitar confusão com o azul.) A combinação dessas tintas para reproduzir cor é chamada de impressão quatro cores.

Share this article

Em seus 12 anos de experiência, tanto em design como em desenvolvimento, trabalhou em diversos projetos, muitos de grande porte, para clientes como Banco do Nordeste, Sebrae, Anna Pegova, Grupo Deib Otoch, dentre outros. Como designer, trabalha com o Adobe Photoshop desde a versão 3.0, além do Illustrator, sendo certificado pela Adobe (ACE e ACI) nestes softwares. Como desenvolvedor, foca seus esforços atualmente no ActionScript 3.0 (Plataforma Flash) e Objective-C (iOS). Ministra, desde 2005, treinamentos na @iwtraining para estudantes e profissionais, além de grandes empresas como Cagece, TRE, TRT, Esmaltec, Grupo Edson Queiroz, Sebrae, Senac, Correios.

Posts Relacionados

Deixe um comentário